Elixir

Olá! Bom, eu já li faz um tempinho esse livro, mas só estou postando agora. Vamos lá?

Título: Elixir

Autora: Hilary Duff e Elise Allen

Tradutor: Otávio Albuquerque

Editora: Editora ID

Resenha: Clea Raymond nasceu com os holofotes. Filha de um renomado cirurgião e uma política famosa, com seus 17 anos Clea pode viajar para lugares exóticos por conta de sua profissão – fotógrafa. Porém, em uma de suas viagens, seu pai desaparece. Estranhamente, Clea começa a ver um estranho em todas as fotos que ela já tirou. E Clea começa a ter sonhos com ele, se apaixonando cada dia um pouco. Alguns dias depois, ela vai para o Rio de Janeiro afim de tirar algumas fotos para um trabalho, e encontra o misterioso rapaz. Assim começa uma aventura fantástica, incluindo espíritos, bruxaria e coisas misteriosas.

Minha opinião: A Hilary escreve super bem! O livro é super legal e a história vai te envolvendo aos poucos. Você sente os sentimentos dos personagens e também sente todos os lugares que eles vão, porque o livro é maravilhoso. Porém, só recomendo para quem gosta de mistério e coisas totalmente impossíveis de acontecer na vida real – algo que eu amo. Nota: 5 estrelas. Amei!

Antes de ir embora, quero divulgar um blog super legal. É  o Primeiro Livro, que tem várias resenhas MARAVILHOSAS e tem divulgações de livros novos e entrevistas com escritores brasileiros TODA SEMANA. Eu amei ele e recomendo muito! Cliquem no banner abaixo para entrarem no blog. Beijos!

 

 

Anúncios

Rotas Fantásticas

Olá, meus amados!

Bom, hoje eu peguei um livro novo na roda de biblioteca e acabei de manhã, mas minha internet deu alguns problemas e só pude postar agora.

Nome: Rotas Fantásticas

Autora: Heloisa Prieto

Ilustrador: Daniel Kondo

Editora: FTD

Resenha: Esse livro tem várias história de terror contadas por adultos, que ouviram falar ou simplesmente viveram essa história. História mais comuns, como a Loira do Banheiro, até algumas totalmente legais e diferentes, como A Ilha do Bom Diabo. Eu não tenho muito para falar, porque foi como o livro de crônicas que fiz a resenha hoje para a roda de biblioteca, não havia muito para falar. Então irei escrever uma parte de uma das lendas, para deixar vocês curiosos. Irei escrever a minha predileta: A Ilha do Bom Diabo. Tem toda uma história sobre quem está contando e talz, mas para não ficar chato só irei escrever a lenda.

O Bom Diabo nasceu ruim, como qualquer outro diabo que se preste. Ele morava no inferno, como vivem todos os diabos, até que, um dia, ele viu uma luz. Ficou curioso. Era bonito o brilho. O Bom Diabo foi caminhando até o lugar brilhante, os olhos dele doíam muito, porque ele estava acostumado com a maior profunda escuridão das trevas.

E, quando chegou á beiradinha da luz, viu uma menina linda, que nem vocês. Ela brincava na margem da praia do rio.

O Diabo caiu de amores, claro.

Cismou que precisava conquistar a menina, custasse o que custasse. O problema é que ele morava no inferno. Sair de lá não dava. Então, se quisesse ter a menina consigo, precisava levá-la para as trevas também.

Segundo problema: a menina tinha boa alma. O Diabo amava sua inocência. Mas para entrar no inferno precisa ter alma escura. Como é que ele ia fazer?

Só essa parte, para deixar vocês curiosos =D

Minha opinião: Três estrelas e meio. Os roteiros são ótimos, as histórias maravilhosas, e a Heloisa escreve super bem, mas acho que foi o primeiro livro de histórias de terror dela. Pois, o legal de um filme, um livro, uma história de terror é você sentir medo. Mas, tipo, os personagens da Heloisa ficam com medo de qualquer coisinha que a história tenha, mas a autora não consegue transpassar esse medo para mim. Eu odeio livro que o medo não é passado, então três estrelas e meio.

Foi isso!

Vocês encontram em qualquer livraria esse livro, eu recomendo um pouquinho…Mas só se vocês não quiserem sentir medo.

Ah, é, acessem meu novo blog (sobre tudo um pouco) clicando aqui. Acessem! =D

Beijos, amores!

O diabo

Como ser Popular – Meg Cabot

Olá, leitores prediletos da minha vida!
Se alguém ainda lê aqui…
Me desculpem por abandonar o blog!
Mas não foi porque não quis.
Eu estou de castigo, pois tirei nota baixa em Matemática =/

Mas agora eu estou resolvendo e posso entrar na internet no meio da semana (de vez em quando).

Eu tenho tantos livros para postar!

Mas estou com um pouco de pressa porque minha aula particular de Inglês já vai começar e eu vim rapidamente fazer a resenha do livro Como Ser Popular.

Eu na verdade reli ele, e postei do antigo blog, mas quero postar de outro jeito. Enfim, vamos lá?

Livro: Como ser Popular

Autora: Meg Cabot

Tradutora: Natalie Gerhadt

Editora: Galera Record

Resenha: Stephanie está decidida a voltar para a escola arrasando. Algo que parecia impossível, pois, quando ela havia 12 anos, sem querer derrubou uma Fanta Uva na saia de Lauren Moffat, a garota mais rica, popular e metida do colégio – ela nunca perdoou-a por isso. Assim surgiu a frase “Não dê uma de Steph”, uma referência a Stephanie. Então, vasculhando no sótão da casa de seu melhor amigo, Jason, ela acha o livro Como ser popular, algo que provavelmente caiu dos céus no momento certo para Steph. Depois de uma semana na escola, ela já sentava com os populares e saía com eles – apesar de Jason e Beck, seus melhores amigos, não gostarem muito disso. Porém, Lauren ainda quer matar Steph e sugere algo que pode levá-la a duas coisas: todos os populares odiá-la para sempre ou ter seu avô, sua avó, seu melhor amigo e toda sua família odiando-a. Mas Steph trabalhou tanto para ser popular, mas também não queria que seus familiares odiassem-a! E agora?

Minha nota: Cinco estrelas. Eu simplesmente adorei o jeito com que a Meg Cabot descreveu o livro, e todos os sentimentos da Stephanie, e o final é tão fofo! Amei o livro. Ele é maravilhoso e eu entendi mais dele, porque da última vez que li ele acho que eu tinha 7, 8 anos. Amei!

Bom, eu ainda tenho milhares de livros para postar, e vou postar gradativamente. Também porque, sempre que penso que tenho que fazer um post com várias resenhas, me dá uma preguicinha… Aí fica pendente e o post nunca existe. =S

Então, até amanhã!

Mas acho que ás 09:00 eu irei postar outro(s) livro(s), beleza? Depende que horas a minha teacher chegará.

Beijos! :*